*** Serviços áudio e vídeo disponíveis em www.lusa.pt ***

Vila Franca de Xira, 15 mai (Lusa) - O novo hospital de Vila Franca de Xira deverá entrar em funcionamento dentro de dois anos, anunciou hoje a ministra da Saúde, que revelou que já arrancaram as movimentações de terras para a sua construção.

A ministra Ana Jorge adiantou ainda à Lusa que "no próximo dia 01 de junho, a equipa que vai construir e gerir o novo hospital vai entrar em funções no velho hospital Reynaldo dos Santos".

À margem da cerimónia de inauguração do novo centro de saúde de Vila Franca de Xira, a governante disse que "estão previstos dois anos de obra" e sublinhou o envolvimento da câmara municipal local nesta matéria.

"O envolvimento da câmara foi decisivo", referiu.

Questionada sobre preocupações locais sobre a eventual saída de alguns médicos do atual hospital para a unidade hospitalar de Loures, cuja conclusão está prevista para 2012, Ana Jorge referiu que "esse risco pode acontecer em todos os hospitais de área de Lisboa e Vale do Tejo".

No entanto, a ministra esclareceu que "nos contratos de parceria público-privada, com gestão clínica incluída, entre 95 a 98 por cento dos profissionais que vão trabalhar para os novos hospitais, têm que vir do Serviço Nacional de Saúde".

Ana Jorge reforçou que "o hospital de Loures não afetará, do ponto de vista da área de influência, o de Vila Franca de Xira" e que "não haverá problemas nesse sentido".

Em agosto de 2010 foi assinado o contrato para a construção do novo hospital, que deverá servir 215 mil pessoas dos concelhos de Vila Franca de Xira, Alenquer, Azambuja, Arruda dos Vinhos e Benavente.

Na ocasião, o Ministério da Saúde anunciou que a nova unidade terá capacidade anual para 16 mil internamentos, oito mil cirurgias, 192 mil consultas externas e 104 mil urgências.

MYA.

Lusa/fim.