Benfica e FC Porto regressam com aspirações à Liga Europa

Benfica e FC Porto regressam com aspirações à Liga Europa

Benfica e FC Porto começaram a Liga dos Campeões como cabeças de série e o sonho de chegarem à final da Luz, mas, volvida a fase de grupos, caíram com “estrondo” na “segunda divisão” europeia.

Ao contrário das restantes equipas que partiram do Pote 1 para o sorteio da “Champions”, “águias” e “dragões” foram eliminados e vão disputar os 16 avos de final da Liga Europa, face a PAOK Salónica e Eintracht Frankfurt, respetivamente.

Os líderes da I Liga 2013/2014 e os tricampeões nacionais em títulos são favoritos a seguir em frente, rumo a uns “oitavos” que, cumprindo-se a lógica, serão um “filme” bem diferente, face a Tottenham e Nápoles.

Primeiro, é preciso, porém, lá chegar, com o Benfica, cujos 10 pontos na Liga dos Campeões lhe valeram ser cabeça de série, a ter a vantagem se jogar a segunda mão em casa, ao contrário do FC Porto, que se ficou por míseros cinco.

A formação “encarnada” começa na Grécia, onde perdeu, na prática, o acesso aos oitavos de final da “Champions”, ao cair por 1-0 perante o Olympiacos, que, no campeonato helénico, soma mais 20 pontos do que o segundo, precisamente o PAOK.

O ambiente prevê-se “quente”, no apoio incondicional ao conjunto da casa, que não atravessa, porém, um bom momento, pelo menos tendo em conta os resultados recentes - perdeu três dos últimos quatro jogos da Liga grega.

O avançado Dimitris Salpingidis, de 32 anos, é a principal arma ao dispor do treinador holandês Hubb Stevens, que também conta com dois ex-benfiquistas, o central Miguel Vítor e o médio Kostas Katsouranis.

Por seu lado, o FC Porto começa em casa, fator que não aproveitou na “Champions”, ao somar um único ponto, em três jogos - perdeu com o Atlético de Madrid (1-2) e o Zenit (0-1) e empatou com o Áustria de Viena (1-1).

A quatro pontos do Benfica, na I Liga, os “dragões” têm estado muito longe de encantar, mas pela frente vão ter um adversário também em dificuldades internas: segue no 12.º lugar da “Bundesliga”, apenas seis pontos acima do último.

Desde o regresso das competições na Alemanha, no final de janeiro, o Eintracht Frankfurt venceu dois jogos, ambos em casa, e perdeu três, com 10 golos sofridos e nenhum marcado, mas perante os finalistas da última “Champions”, um com o Bayern Munique e dois frente ao Borussia Dortmund.

Na Liga Europa, iniciada no “play-off”, os alemães têm estado, porém, num nível muito superior, somando sete vitórias e apenas uma derrota (2-4 em Israel, com o Maccabi Telavive, orientado pelo português Paulo Sousa).

O encontro do Benfica tem início às 18h00, no Estádio Toumbas, em Salónica, com capacidade para 28.803 espetadores, enquanto o embate do FC Porto começa às 20h05, no Estádio do Dragão, no Porto.