actualizado: Thu, 26 Dec 2013 09:23:09 GMT | de Lusa

Coreia do Norte reforça controlo de fronteira para evitar fuga de populares

A Coreia do Norte aumentou o controlo fronteiriço para evitar a fuga dos seus cidadãos após a recente execução de Jang Song-thaek, tio do líder Kim Jong-un e antigo número dois do regime, revelaram fontes sul-coreanas.


KCNA/YONHAP/KCNA

KCNA/YONHAP/KCNA

Os guardas norte-coreanos encarregados de vigiar a fronteira de mais de 1.400 quilómetros que separa o país da China estão em alerta máximo para deter todos os que tentem escapar, referiu a agência Yonhap que cita um alto funcionário da Coreia do Sul.

A fonte assegurou também que Pyongyang enviou agentes à China para que passem a cooperar com as autoridades locais no momento de detetar norte-coreanos que tenham desertado e para que os enviem de regresso ao país.

O alegado reforço da vigilância fronteiriça acontece depois da execução de Jang Song-thaek, um inesperado acontecimento que terá marcado a maior mudança política no Estado desde a morte de Kim Jong-il há cerca de dois anos.

Milhares de norte-coreanos tentam, anualmente, a fuga para a Coreia do Sul empreendendo uma viagem de milhares de quilómetros que tem início com a travessia da fronteira com a China.

Nas últimas seis décadas, mais de 26.000 norte-coreanos conseguiram fugir para a Coreia do Sul.

JCS // FV

0Comentários

últimos vídeos informação

votação

Qual foi o melhor primeiro-ministro dos últimos 20 anos?

Primiero Voto Ver os resultados

  1.  
    17 %
    Passos Coelho
    3.671 Votos
  2.  
    22 %
    José Socrates
    4.750 Votos
  3.  
    5 %
    Santana Lopes
    1.008 Votos
  4.  
    5 %
    Durão Barroso
    1.079 Votos
  5.  
    36 %
    António Guterres
    7.649 Votos
  6.  
    15 %
    Cavaco Silva
    3.258 Votos

Total das respostas 21.415
Inválido