Distância leva portugueses nos EUA a recorrer a redes sociais para protestar contra a austeridade

Distância leva portugueses nos EUA a recorrer a redes sociais para protestar contra a austeridade

Nova Iorque, 14 set (Lusa) - Dezenas de portugueses a residir nos Estados Unidos vão envolver-se através das redes sociais nas manifestações contra políticas de austeridade marcadas para sábado em Portugal, "partilhando indignação" com a publicação fotografias ou cartazes no facebook.

Inês Sacchetti, estudante bolseira portuguesa na Universidade da Califórnia - Los Angeles (UCLA) é uma das promotoras da iniciativa, que partiu de um convite que recebeu no facebook para participar numa ação de protesto em Barcelona, de concentração em frente ao Consulado de Portugal.

Segundo explicou à agência Lusa, o facto de haver poucos portugueses em Los Angeles, os residentes na Califórnia estarem dispersos e para não "arriscar organizar uma ação de protesto de rua e ter pouca adesão", pensaram "tirar partido do facebook/internet e juntar as vozes via mundo virtual".

Inicialmente foi criado um grupo "Que se Lixe Troika - Califórnia", mas a adesão de outros portugueses, como Ana Margarida Esteves, de Nova Inglaterra, e mesmo do Canadá, levou a que o âmbito do grupo fosse alargado para os dois países.