Oposição russa organiza "Marcha dos Milhões" para contestar política de Putin

Oposição russa organiza "Marcha dos Milhões" para contestar política de Putin

Moscovo, 15 set (Lusa) - Numerosas forças da oposição russa convocaram para hoje uma manifestação na capital russa a fim de protestar contra a política do Presidente Putin e mostrar o seu poder de mobilização.

Depois de aturadas conversações, a Câmara de Moscovo autorizou a realização de uma manifestação, cujo número de participantes não deverá superar os 25 mil.

Porém, os dirigentes da oposição pretendem transformar a manifestação na maior ação de protesto contra aquilo que consideram uma "ofensiva contra as liberdades civis no país".

Habitualmente, a principal palavra de ordem deverá ser "Putin para a rua!", mas os manifestantes deverão também exigir a libertação das Pussy Riot, jovens de um grupo punk presas por cantarem uma canção anti-Putin num templo ortodoxo russo, bem como a revogação de leis que limitam a liberdade de expressão.

A polícia anunciou que irá pôr na rua sete mil agentes para manter a ordem.

JM

Lusa/fim