• Lusa
actualizado: Mon, 17 Sep 2012 20:20:15 GMT | de Lusa

Paquistão bloqueia acesso ao Youtube, que divulgou o filme sobre Maomé

O Paquistão bloqueou hoje o acesso ao “site” Youtube, que divulgou o filme anti-Islão realizado nos Estados Unidos, responsável por uma vaga de manifestações antiamericanas no mundo muçulmano, com quase duas dezenas de mortos.


epa03400781 A Pakistani protester holds a placard and shouts slogans during a protest against an anti-Islam film made in the US, in Peshawar, Pakistan, 17 September 2012. The Pakistani parliament passed a resolution on 13 September condemning an anti-Islamic video that has sparked outrage across the Muslim world, and urged the US to take appropriate action. Lawmakers expressed their anger hours after the Foreign Ministry said in a statement that the video had hurt the people of Pakistan and Muslims across the world. The secretary general 'calls for calm and restraint, and stresses the need for dialogue,' the UN said in a statement released online late 13 September. EPA/ARSHAD ARBAB

epa03400781 A Pakistani protester holds a placard and shouts slogans during a protest against an anti-Islam film made in the US, in Peshawar, Pakistan, 17 September 2012. The Pakistani parliament passed a resolution on 13 September condemning an anti-Islamic video that has sparked outrage across the Muslim world, and urged the US to take appropriate action. Lawmakers expressed their anger hours after the Foreign Ministry said in a statement that the video had hurt the people of Pakistan and Muslims across the world. The secretary general 'calls for calm and restraint, and stresses the need for dialogue,' the UN said in a statement released online late 13 September. EPA/ARSHAD ARBAB

Islamabad, 17 set (Lusa) – O Paquistão bloqueou hoje o acesso ao “site” Youtube, que divulgou o filme anti-Islão realizado nos Estados Unidos, responsável por uma vaga de manifestações antiamericanas no mundo muçulmano, com quase duas dezenas de mortos.

Qualquer tentativa de aceder ao Youtube no Paquistão depara com uma mensagem onde se diz que o “site” foi bloqueado devido a “conteúdo indecente”, por ordem da Direção de Telecomunicações paquistanesa.

A decisão de proibir o Youtube foi tomada pelo primeiro-ministro paquistanês, Raja Pervez Ashraf, depois da recusa do “site” em acatar o alerta do governo para retirar o filme considerado blasfemo.

A divulgação do filme “Innocence of Muslims” (A Inocência dos Muçulmanos), rodado nos Estados Unidos por um grupo de cristãos radicais, suscitou nas últimas semanas uma onda de protestos, sobretudo junto de representações diplomáticas ou consulares norte-americanas em pelo menos duas dezenas de países de forte maioria muçulmana.

No Paquistão, pelo menos dois manifestantes foram mortos hoje em confrontos com a polícia, um em Warai, cidade no noroeste do Paquistão junto da fronteira com o Afeganistão, e o outro em Carachi (sul do país), a capital económica do Paquistão.

Dezanove pessoas, incluindo o embaixador dos Estados Unidos na Líbia, foram mortas nos protestos contra o filme, do qual o Youtube divulgou um extrato de 14 minutos.

NV.

0Comentários

últimos vídeos informação

evento nacional

Praia da Figueira da Foz acumula por ano o equivalente a 23 mil camiões de areia - 1(©LUSA PAULO NOVAIS)
Praia da Figueira da Foz acumula por ano o equivalente a 23 mil camiões de areia

evento internacional

votação

Como avalia a execução do programa da 'troika' em Portugal?

Primiero Voto Ver os resultados

  1.  
    4 %
    Muito bom
    246 Votos
  2.  
    7 %
    Bom
    373 Votos
  3.  
    12 %
    Razoável
    617 Votos
  4.  
    19 %
    Negativo
    1.008 Votos
  5.  
    58 %
    Muito negativo
    3.037 Votos

Total das respostas 5.281
Inválido